Aonde os campeonatos não param: Bielorrússia, Nicarágua e Burundi

Com a pandemia do coronavírus quase todos os campeonatos de futebol suspenderam suas atividades. Até mesmo eventos marcados para o meio do ano como a Eurocopa e os Jogos Olímpicos de Tóquio foram adiados. Mas nada disso assusta as federações de Bielorrússia, Nicarágua e Burundi, que seguem, até o momento, normalmente suas ligas locais.

Mesmo aconselhado pela UEFA para suspender as atividades, a Bielorrússia, por meio do seu presidente Aleksandr Lukashenko, que lidera o país sem oposição desde 1994, respondeu com “mais vodka” para combater a covid-19 e o futebol continua sem qualquer restrição.

Neste fim de semana, com público nas arquibancadas, os campeões Dínamo Brest, equipe que desbancou um domínio de 13 anos do BATE Borisov na última temporada, vai ao campo do Slutsk para mais uma rodada da competição. Nem mesmo os 100 casos aproximados de pessoas infectadas pelo vírus no país, deve mudar isso.

O mesmo acontece no Burundi, no continente da África, com a 27ª rodada da Liga A, que vai ocorrer sem restrições, com o líder Le Messager Ngozi defendendo o primeiro lugar na tabela no campo do Vital’O, quarto colocado geral.

Na América Central, a Nicarágua apresenta poucos casos de pessoas infectadas com o novo coronavírus e, por isso, o Torneio de Clausura prossegue sem qualquer proibição, com jogos durante a semana e o fim de semana. Neste sábado, o líder Managua recebe em casa o vice Diriangen, em duelo válido pelo topo da classificação.

O número de infectados em todo o mundo rompeu a barreira do meio milhão na tarde desta sexta-feira, segundo dados atualizados em tempo real pela Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos. São aproximadamente 23 mil vítimas fatais da covid-19 entre mais de 510 mil pacientes, com uma taxa de letalidade global de 4,5%.

Ainda não há previsão para a normalidade das principais ligas nacionais de futebol pelo mundo. Recentemente, a UEFA estipulou uma data mínima para 30 de abril para o retorno da bola rolando, mas com a situação da pandemia não se estabilizando, é muito provável que esta data seja postergada.

Você também pode gostar: