Um sonho chamado Libertadores da América

A competição teve vários formatos diferentes ao longo de sua história. No início, apenas os campeões nacionais participavam, tanto que nos seus primórdios a competição era chamada de Copa dos Campeões da América, e recebeu o nome atual somente em 1965. A partir da edição do ano posterior, os vices-campeões nacionais sul-americanos também passaram a se classificar para a competição.

Foto: Reprodução
Continue Reading

A Champions League está de volta!

A partir do dia 12/02 a bola volta a rolar nos gramados badalados da Europa
com Roma x Porto e Manchester United x PSG, pelo o campeonato de futebol mais famoso, cobiçado e importante do mundo, a Champions League.

Foto Reprodução

A Inglaterra é o país com mais representantes nas oitavas: quatro (Tottenham, Liverpool, Manchester City e Manchester United). Na sequência, vêm Alemanha (Borussia Dortmund, Schalke 04 e Bayern de Munique) e Espanha (Atlético de Madrid, Barcelona e Real Madrid), com três cada.

Foto Reprodução

O sorteio das oitavas aconteceu em dezembro passado. Os times ficaram dividos em dois “grupos”. No 1, ficarão os líderes de cada chave. E no 2, os vice-líderes.

No sorteio, os times do grupo 1 serão confrontados com os do grupo 2. Equipes que já se enfrentaram na fase de grupos não poderão se encontrar novamente nas oitavas de final. Também não haverá confronto de clubes do mesmo país.

No total, nove ex-campeões da Champions se qualificaram para a as oitavas de 2019: Real Madrid, Bayern, Barcelona, Liverpool, Ajax, Manchester United, Juventus, Porto e Borussia Dortmund.

Nesta fase da competição, evidentemente, são arriscadas os palpites e as especulações. No entanto, os números já indicam alguns mais favoritos do que outros. A lesão de Neymar, por exemplo, junto da boa fase do Manchester United, fez o favoritismo do PSG cair nas últimas semanas.

Nessa primeira partida entre o Roma e o Porto, as chances da Roma vencer são de 38,8%, do Porto é de 23,9% e o empate é de 37,3%. Um confronto bem equilibrado, onde tudo pode acontecer.

Por enquanto, ficamos na expectativa destes confrontos de oitavas de final da UEFA Champions League. E você vai poder acompanhar tudo à partir das 18h da próxima terça-feira (12). Fique ligado!

Continue Reading

Goleada sofrida coloca o Santos de volta à realidade

santos

A temporada começou muito boa para o Santos. Foram quatro vitórias em quatro jogos – uma delas em um clássico contra o São Paulo – com um futebol bem jogado. Muitos começaram a exaltar o trabalho de Jorge Sampaoli, até a baque deste domingo: uma sonora goleada do Ituano por 5 a 1, pelo Campeonato Paulista e a volta da desconfiança.

Em 20 minutos em Itu, o time da casa resolveu a partida. Foram três gols sofridos pela equipe da baixada com responsabilidade direta do sistema defensivo. Recém-contratado, o zagueiro Felipe Aguilar errou nos três lances.

No primeiro gol, foi driblado facilmente por Serrato, que lançou Morato para abrir o placar. Um minuto depois, pressionado por Serrato, perdeu a bola e deixou que o volante avançasse até a área para fazer o segundo. No terceiro, ele pode dividir a responsabilidade com o restante do setor, que falhou em escanteio que terminou no gol de Jonas.

Sem Luiz Felipe, que foi poupado por Sampaoli, a defesa foi montada com quatro jogadores. Em outras partidas, o técnico chegou a usar três zagueiros. Com os laterais atacando bastante, sobraram espaços atrás e isto foi determinante para os gols sofridos. Com a vantagem no placar, o time do interior só precisou se defender e eles só não conseguiram neutralizar o ataque praiano, como aumentaram o marcador.

felipe aguilar
Felipe Aguilar foi uma das poucas contratações para a temporada 2019 (Foto: Reprodução)

Toda esta mudança escancara um problema nítido na equipe santista: o elenco limitado. O grupo começou enfraquecido para 2019: as principais peças da última temporada saíram (Gabriel, Dodô e Bruno Henrique). Como substituto, o paraguaio Derlis González reforçou o elenco e ele já estava na Vila Belmiro. O venezuelano Yeferson Soteldo foi outro reforço, mas ainda não mostrou um nível alto. Além é claro, do zagueiro Felipe Aguilar, protagonista (negativo) do jogo contra o Ituano, como já mencionamos.

As cornetas já começaram a soar. O Santos do futebol bonito das primeiras rodadas é tão ilusório quanto o Santos que sofreu a goleada deste domingo. Sampaoli começa a formar a sua equipe e precisa de tempo para fazer a equipe chegar na plenitude. E óbvio, reforços são essenciais.

O técnico já mostrou insatisfação nas suas entrevistas. O argentino deixou claro que não foi informado da situação financeira ruim do Peixe quando foi contratado. O presidente do Santos, José Carlos Peres relata que Sampaoli insiste em ligações diariamente para cobrar reforços e o treinador não está errado.

O Santos necessita de um lateral-esquerdo, pois só tem Orinho na posição. Copete chegou a atuar improvisado e não convenceu. Um centroavante também é prioridade para o elenco. Ainda com essas deficiências, Sampaoli deve continuar sofrendo para emplacar sua filosofia no clube. Apesar das condições financeiras, a diretoria se mexe para cobrir esses buracos.

Nesta semana, o Santos estreia na Copa do Brasil. O jogo contra o Altos-PI, será em Teresina, na quarta-feira. Até lá, o treinador quebra a cabeça para apagar a má impressão de domingo.

Continue Reading

Como o Qatar foi de uma seleção irrelevante para finalista da Copa da Ásia 2019

copa da asia

Quando falamos do Qatar no mundo do futebol, logo imaginamos os clubes do país tirando nossos jogadores com seus petrodólares e o local que irá sediar a Copa do Mundo de 2022. Mal sabemos sobre a história de sua seleção, até porque ela realmente é insignificante no meio esportivo – nunca ganhou sequer um título ou disputou um mundial. Só que tudo isso logo poderá mudar.

Isso porque o Qatar alcançou a final da Copa da Ásia 2019, com uma campanha irretocável de 100% de aproveitamento no torneio e agora luta por sua primeira glória da história, em partida contra o tradicional Japão, nesta sexta-feira, às 12h. A pergunta que fica é: como uma seleção sem tradição alguma vem surpreendendo tanto o continente asiático? Para entender melhor o feito dos catarianos, vamos falar sobre sua trajetória na competição.

Continue Reading