Com a presença de Gabriel Medina, Fernando de Noronha recebe o Oi Hang Loose Pro Contest 2019

medina

Fernando de Noronha deu início na manhã desta terça-feira ao Oi Hang Loose Pro Contest 2019! 136 surfistas de 20 países diferentes estão no arquipélago pernambucano para disputar a primeira etapa com status QS 6000 do WSL Qualifying Series no ano. E diversos atletas da elite mundial confirmaram presença na competição, entre eles, Gabriel Medina.

Além do campeão do mundo, o público poderá ver outros nomes importante do surf da atualidade como os brasileiros Italo Ferreira, Yago Dora, Miguel Pupo, Ian Gouveia e o francês Joan Duru. Dois surfistas que já lideraram o WSL Qualifying Series esse ano também estão garantidos no torneio: o norte-americano Eithan Osborne vencedor da primeira etapa de 2019 em Israel e a promessa do surf australiano, Jack Robinson, vitorioso no WQS 3000 de Pipeline, no Havaí.

As previsões das ondas para a Cacimba do Padre estão boas para essa semana e os tubos devem brotar na melhor qualidade na região. Uma vitória colocará o atleta vencedor na liderança da corrida pelas dez vagas para o WCT 2020 neste início de temporada.

A expectativa para o Oi Hang Loose Pro é grande por parte dos surfistas. A última edição do evento em 2012 ficou na história, pelas ótimas condições do mar em Fernando de Noronha, que criou os melhores tubos na ocasião. O campeão daquele ano acabou sendo o residente de Maresias, Miguel Pupo, que busca repetir o feito nesta temporada.

pupo
Miguel Pupo foi o último campeão da competição em Fernando de Noronha, em 2012 (Foto: Reprodução)

Gabriel Medina também foi destaque naquele ano no campeonato. Sem ainda ser campeão do mundo, Medina parou no vice-campeão, Jean da Silva, nas quartas de final, mas já mostrava grande potencial para surfar ondas tubulares como as da Cacimba do Padre. Atualmente a maior estrela da modalidade, o surfista é um dos 48 cabeças de chave que entrarão somente na segunda rodada de 24 baterias, junto com os mais bem colocados no ranking e os convidados do evento. Os outros competidores foram divididos nos confrontos da primeira fase, igualmente com quatro surfistas brigando por duas vagas.

O prazo do Oi Hang Loose Pro Contest vai até domingo e a equipe que definirá a programação diária terá como novidade o ídolo Fabio Gouveia estreando como diretor de prova no evento que sempre competiu e foi o primeiro brasileiro a vencer, em 1990 no Guarujá. Ele vai atuar junto com o Tour Manager da WSL South America, Roberto Perdigão, o Head Judge (chefe dos juízes) e um representante dos atletas.

Deivid
Deivid Silva foi o campeão da última etapa da competição, realizada em Maresias em 2017. (Foto: Reprodução)

Sobre o Oi Hang Loose Pro Contest

Mais de 600 surfistas de 26 países competiram nos 13 anos do Oi Hang Loose Pro Contest em Fernando de Noronha, de 2000 a 2012. Após 2012, a Hang Loose voltou a fazer uma etapa WQS em 2016, para comemorar os 30 anos da primeira edição do torneio na Praia da Joaquina, em Florianópolis, onde em 1986 começou a história do evento brasileiro mais tradicional no Circuito Mundial.

Em 1990, a marca chegou ao Guarujá e ficou até ser transferido para o estado de Pernambuco em 1996, que teve quatro edições, até se aportar em Fernando de Noronha. O último Oi Hang Loose Pro passou pela Praia de Maresias, em 2017, em torneio vencido pelo brasileiro Deivid Silva, que volta a participar da competição neste ano.

Confira as chaves sorteadas da primeira bateria do Oi Hang Loose Pro Contest 2019 clicando aqui.

Você também pode gostar: