Imprevisto natural paralisa temporariamente a Liga Mundial de Surfe

Gabriel Medina competindo nos tubos de Pipeline


O Circuito Mundial retorna em sua segunda etapa em Newcastle, na Austrália, após paralisação devido à pandemia do novo coronavírus. Porém, os organizadores tiveram um imprevisto natural e estão com dificuldades na retomada da competição, desta vez, por falta de ondas boas. Assim, os surfistas que estavam preparados para entrar no mar na quinta-feira e nesta sexta-feira, receberam “lay day”. Os atletas voltam à Praia de Merewether no sábado, às 17h15 (de Brasília), manhã de domingo na Austrália.

A Liga Mundial de Surfe (WSL) tem 6 brasileiros que estrearam com vitória em Newcastle e conseguiram a classificação para a próxima fase:Italo Ferreira, Filipe Toledo, Deivid Silva, Miguel Pupo, Caio Ibelli e Peterson Crisanto. Os brasileiros que passaram em segundo foram: Gabriel Medina, Yago Dora e Alex Ribeiro, enquanto Mineirinho e Jadson André terão que passar pelas repescagens. Representando o surfe feminino, Tatiana Weston-Webb avançou na segunda posição para as oitavas de final.

Você também pode gostar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *