Itália sofre com o Coronavírus e Serie A Tim fica com seu futuro incerto

O Coronavírus é, atualmente, uma das principais preocupações do mundo e como já seria de se prever, algumas ligas de futebol estão começando a sentir o efeito da epidemia. Um dos torneios mais relevantes do planeta, a Serie A Tim iniciou sua última rodada com jogos de portões fechados, mas autoridades italianas já sugerem a paralização por completo do campeonato, preocupadas com a ordem de saúde pública.

A Itália é o país com o segundo maior foco do Coronavírus hoje, com quase 400 pessoas mortas com o vírus – só perde para a China, berço da epidemia, que já contabiliza quase 7500 infectados.  

O presidente da Associação Italiana de Jogadores, Damiano Tommasi, publicou em suas redes sociais mensagens em que deixava aberta a possibilidade de uma greve por parte dos atletas, para a paralização da Serie A. “Parar o futebol é a coisa mais útil que podemos fazer por nosso país agora. (…) Vamos parar a liga! Precisamos de mais alguma coisa? Parem o futebol! #saúdevemprimeiro.”

Vincenzo Spadafora, ministro do Esporte da Itália, reforçou o coro de Tommasi em sua conta oficial no Facebook, pedindo à Federação Italiana (FIGC) que considere parar imediatamente o Campeonato Italiano.

“Não faz sentido neste momento, enquanto pedimos enormes sacrifícios aos cidadãos para impedir a propagação do contágio, colocar em risco a saúde dos jogadores, árbitros, técnicos e torcedores, que certamente se reunirão para ver os jogos, só para não suspender temporariamente o futebol e afetar os interesses que giram em torno dele”, dizia parte do comunicado de Spadafora.

Por ora, a determinação oficial do governo é de que todos os eventos esportivos aconteçam com portões fechados até o dia 3 de abril, mas uma reunião deve acontecer nesta terça-feira (10) para se discutir a possibilidade de suspensão do campeonato.

Outras regiões também estão se precavendo

Não é só a Itália que vem tentando se precaver do Coronavírus. O jogo válido pelas oitavas de final da Champions League entre PSG e Borussia Dortmund nesta quarta-feira, será jogado com portões fechados em Paris.

Medidas como essa serão mais comuns na França nos próximos dias. Algumas partidas da Ligue 1 já são sondadas para serem jogadas com os portões fechados. Isso pode afetar também a final da Copa da Liga entre PSG e Lyon, no dia 4 de abril no Stade de France, além de potenciais quartas de final da Champions League para os times franceses que avançarem.

Ainda neste fim de semana, a Fifa e a Confederação de Futebol da Ásia decidiram adiar os jogos das Eliminatórias da Copa 2022 programados para os períodos de 23 a 31 de março e de 1 a 9 de junho de 2020. A determinação veio para atender às preocupações em relação ao contágio do Coronavírus.

Com todos estes problemas relacionados ao vírus, a maior dúvida agora fica em relação às Olimpíadas, que acontecem em Tóquio no meio deste ano. O presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, deu declarações recentes que ainda não se discute a possibilidade de adiar ou cancelar os Jogos. Mas com o aumento e a evolução da epidemia, há de se ficar de olho com as atitudes que as autoridades poderão tomar.

Atualização: O Comitê Olímpico Italiano (CONI) determinou a suspensão de qualquer atividade esportiva na Itália até o dia 3 de abril como uma medida para conter o avanço do Coronavírus. A determinação aconteceu após uma reunião entre Giovanni Malagò, presidente do CONI, e os representantes das federações de cada esporte. Foi divulgada a decisão logo depois do encontro: “suspensão de todas as atividades esportivas em todos os níveis”. A decisão, porém, não vale para competições internacionais, como a Champions League ou a Liga Europa. Isso porque, segundo a instituição, ela não tem jurisdição sobre os jogos de ligas internacionais.

Você também pode gostar: