O que podemos esperar das oitavas de final da Libertadores?

libertadores

Foram definidos na noite desta segunda-feira os jogos das oitavas de final da Libertadores 2019. Mesmo sem nenhum confronto entre brasileiros, alguns duelos serão entre camisas pesadas como é o caso de River Plate e Cruzeiro e Nacional e Internacional. As partidas estão previstas para acontecer apenas depois da Copa América, no final do julho, mas não esperamos para fazer um resumo de cada confronto desta fase da competição. Veja!

River Plate x Cruzeiro

O Cruzeiro costuma se dar bem sobre o River Plate, apesar do último confronto ser favorável aos argentinos – quartas de final da Libertadores 2015. O River mantém a base campeã do torneio da última temporada, apesar da baixa de Pity Martinez, vendido para os Estados Unidos. O Cruzeiro começou o ano voando, deu uma oscilada nas últimas semanas, mas vem forte para o duelo. Duelo deve ser resolvido no detalhe.

Palpite: River Plate

San Lorenzo x Cerro Porteño

O San Lorenzo era um dos times mais fracos do pote 2. Porém, a diretoria deve fazer uma grande mudança no segundo semestre. Com a parada da Copa América e o início de uma nova temporada na Argentina (no país, o calendário inicia no meio do ano, igual na Europa), não dá para saber o que esperar dos argentinos, que virão muito modificados. Já o Cerro, dá para esperar um futebol de forte marcação e rapidez na transição, que os levaram a primeira colocação do grupo E. O entrosamento dos paraguaios também serão um trunfo.

Palpite: Cerro Porteño

LDU x Olímpia

O Olímpia é outro paraguaio que chegou na liderança de seu grupo. Com um bom toque de bola, a equipe de Daniel Garnero demonstra qualidade na posse. A LDU tem a altitude em seu favor, além do técnico Pablo Repetto com trunfo, que recentemente levou o Independiente Del Valle à final da Libertadores. Um duelo interessante e que deve ter grande equilíbrio.

Palpite: LDU

Athletico-PR x Boca Juniors

Confronto repetido na Libertadores. Na fase de grupos, uma vitória para cada lado. O Athletico mostrou um bom repertório na Arena da Baixada e perdeu na Bombonera, com gol no finzinho. O Boca Juniors costuma crescer nesta fase da competição e os brasileiros deverão ter mais dificuldades agora, ainda mais com uma equipe repleta de jogadores experientes e cascudos.

Palpite: Boca Juniors.

Palmeiras teve novamente a melhor campanha da 1ª fase da Libertadores (Foto: Reprodução)

Godoy Cruz x Palmeiras

O Palmeiras deu sorte: pegou a equipe mais fraca do pote 2. O time de São Paulo teve novamente a melhor campanha da primeira fase da Libertadores e vem com amplo favoritismo nesta fase do torneio. A forte defesa faz com que rivais tenham muitas dificuldades de batê-los e o Godoy Cruz parece não ter forças para uma zebra.

Palpite: Palmeiras

Grêmio x Libertad

Outro confronto que já rolou na fase de grupo desta Libertadores. Uma vitória fora de casa para cada lado nos duelos. Os paraguaios tem um time forte, mesmo com a mudança de treinador. O Grêmio ainda é uma equipe que joga um futebol de toque e ofensivo, porém, nesta temporada, peca pela irregularidade. No papel, os brasileiros assumem um ligeiro favoritismo, mas é bom ficar focado.

Palpite: Grêmio

Nacional x Internacional

No retrospecto, o Inter só venceu dois jogos de seis contra os uruguaios. O Nacional é um time tradicional e que conseguiu alguns resultados interessantes nas últimas temporadas. Os brasileiros são mais fortes e se conseguir se impor em campo, deve conseguir avançar às quartas de final. Mas nunca duvidemos dessa camisa uruguaia.

Palpite: Internacional

Emelec x Flamengo

O Flamengo é amplo favorito não só pela diferença de elenco, mas também no retrospecto: em nove jogos entre as equipes, são sete vitórias brasileiras e apenas uma equatoriana. O que preocupa é a irregularidade dos comandados de Abel Braga. O futebol dos cariocas ainda não convenceu totalmente a torcida. Mesmo assim, o rubro-negro deve avançar devido a fragilidade do Emelec.

Palpite: Flamengo

Você também pode gostar: