Quem ganhará o Prêmio The Best da Fifa?

É nesta segunda-feira que conheceremos o ganhador do Prêmio The Best Fifa da temporada 18/19, em cerimônia de premiação que acontece em Milão, na Itália. Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Virgil Van Dijk são os três finalistas que duelam pelo troféu individual mais cobiçado do mundo do futebol.

O trio é o mesmo que disputou o prêmio Uefa de jogador do ano, vencido por Van Dijk, zagueiro holandês do Liverpool, vencedor da última Champions League, que pinta como uma possível surpresa na premiação da Fifa. Figurinhas carimbadas no evento ano após ano, Messi e Cristiano vão em busca da sexta taça de melhor jogador do mundo.

O vencedor do The Best desta temporada será eleito por votação da qual participam os capitães e técnicos das seleções nacionais, além de torcedores e jornalistas. Quem ganhará o troféu? Separamos as estatísticas da temporada dos finalistas para você tirar sua conclusão. Confira!

Lionel Messi

Barcelona: 50 J, 51 G, 22 A
Argentina: 6 J, 1 G, 1 A

Títulos: Supercopa da Espanha e La Liga

Individualmente, Lionel Messi foi o melhor jogador da última temporada. Para muitos, o atacante vai ser o grande vencedor do The Best. O argentino literalmente carregou o Barcelona em muitos momentos da temporada, com média de mais de um gol por jogo. O time sempre demonstrou fragilidade, mas que era ofuscada pela genialidade da estrela.

Toda essa força de Messi, impulsionou os catalães para o título da La Liga, porém, ao enfrentar uma equipe coletivamente mais forte, sucumbiu na Champions League, levando um verdadeiro chocolate do Liverpool, na semifinal, onde o argentino nada pôde fazer.

Pela Argentina, fez uma Copa América mediana, em uma seleção totalmente bagunçada e em reformulação. Com pouco brilho de sua estrela, o terceiro lugar na competição acabou ficando de bom tamanho para os argentinos.

No geral, individualmente, Messi foi o Messi de sempre, brilhando e com números acima do normal. Coletivamente, suas equipes deixaram à desejar, e isso pode prejudicá-lo na votação final do Prêmio The Best.

Cristiano Ronaldo

Juventus: 43 J, 28 G, 10 A
Portugal: 2 J, 3 G

Títulos: Supercopa da Itália, Serie A Tim e Liga das Nações (seleção)

Logo em sua primeira temporada pela Juventus, Cristiano Ronaldo alcançou o troféu de melhor jogador da Serie A Tim, que veio junto com o título da liga. Estatisticamente, esta não foi uma das melhores temporadas do gajo, mas o fato dele chegar e já ir bem sem precisar de adaptação é de se admirar.

Se por um lado Cristiano não conseguiu ajudar a Juventus cumprir a meta de conquistar a Champions League – onde caiu nas quartas-de-final – ao menos o letal atacante pôde levantar mais uma taça com sua seleção: a Liga das Nações. O gajo jogou as duas partidas decisivas do torneio, marcando um hat-trick na semifinal contra a Suíça e aparecendo bem na vitória sobre a Holanda na decisão.

O liderança e o título por Portugal talvez seja o maior trunfo na esperança de Cristiano Ronaldo erguer seu sexto prêmio de melhor do mundo. Mas entre os finalistas, desta vez, ele é a zebra. Uma motivação ainda maior para esta lenda voltar à premiação em um futuro não muito próximo.

Virgil Van Dijk

Liverpool’s Virgil van Dijk during the Premier League match at Anfield, Liverpool.

Liverpool: 50 J, 6 G, 4 A
Holanda: 6 J, 2 G

Títulos: UEFA Champions League

Os 75 milhões de libras pagos pelo Liverpool no zagueiro acabaram se tornando uma pechincha pela temporada de Van Dijk. Muitos acreditam que apenas o zagueiro pode tirar o prêmio de Lionel Messi.

Na temporada, o holandês foi o pilar da melhor defesa da Europa, que impulsionou o Liverpool ao título da UEFA Champions League e ao vice-campeonato da Premier League com incríveis 97 pontos. O jogador ficou marcado também por não ter sido driblado em nenhuma oportunidade na temporada. Tudo isso, lhe rendeu o prêmio de jogador do ano do Campeonato Inglês e da UEFA.

Pela Holanda, o zagueiro ainda liderou sua desacreditada e renovada seleção até a final da Liga das Nações, onde os laranjas só chegaram pois ele foi decisivo para a classificação, marcando um gol no último minuto sobre os alemães na primeira fase.

Uma temporada dos sonhos para Van Dijk, que tem boas chances de recolocar um zagueiro no topo da premiação de melhor jogador do mundo Fifa.

Você também pode gostar: