Roger Federer passa por cirurgia e está fora de Roland Garros

Nesta quinta-feira acordamos com uma notícia ruim para o mundo do tênis. Roger Federer anunciou que foi submetido a uma artroscopia no joelho direito e voltara às quadras apenas em junho, perdendo assim o próximo Grand Slam do ano: Roland Garros, que acontece em maio.

Além da competição da competição francesa, o atual número 3 do mundo também vai ficar ausente dos torneios de Bogotá, Dubai, Indian Wells e Miami – portanto, deve perder toda a temporada de saibro, voltando apenas na grama.

“Meu joelho direito está me incomodando há um tempinho. Torci para que (o incômodo) fosse embora, mas após exames e discussões com minha equipe, decidi passar por uma artroscopia na Suíça. Após a cirurgia, os médicos confirmaram que era a coisa certa a se fazer e estão muito confiantes em uma recuperação completa”, explicou o suíço em suas redes sociais.

Esta é a quarta vez em cinco anos que Roger Federer não disputa competição. No ano passado, o tenista de 38 anos chegou às semifinais em participação que não acontecia desde 2015, mas foi derrotado pelo espanhol Rafael Nadal.

Recordista de títulos de Grand Slam, com 20 troféus, apenas uma de suas taças foram conquistadas em Roland Garros, em 2009.

Recorde de público

Recentemente, Roger Federer em duelo contra Rafael Nadal, em partida exibição na África do Sul, bateu recorde de público no Cape Town Stadium: foram mais de 51 mil espectadores que acompanharam o confronto in loco, ultrapassando os mais de 42 mil que assistiram o próprio suíço e o alemão Alexander Zverev, em novembro do ano passado.

Sendo assim, Roland Garros perderá mais uma vez um grande chamariz de audiência para suas quadras. Resta torcermos pela boa recuperação da lenda, para que volte com tudo em Wimbledon, seu torneio favorito no Circuito.

Você também pode gostar: