Segunda etapa do Circuito Mundial de Surf, Bells Beach abre o seu calendário à partir desta terça-feira

bells beach

Sem perder o embalo, a segunda etapa do Circuito Mundial de Surf já está com o seu calendário aberto, poucos dias após conhecermos o campeão em Gold Coast. Até o dia 26, os maiores surfistas do mundo se reúnem para pegar as grandes ondas em Bells Beach, na Austrália. 

Vencedor na etapa de abertura, Italo Ferreira chega ao segundo evento com moral e defendendo o título do torneio. O atleta venceu o australiano Mick Fanning na final e ergueu seu primeiro troféu em 2018, ano em que ainda levantou as taças de Bali e Peniche. 

Com a lycra amarela, Italo faz uma bateria complicada de estreia em Bells Beach contra o havaiano Ezekiel Lau e o brasileiro Caio Ibelli. Outro que não terá vida fácil na rodada é Filipe Toledo, que divide a bateria com os americanos Griffin Colapinto e Kelly Slater. 

“Bom para ir logo aquecendo as canelas (risos). Se pretende vencer, tem logo que já ir colocando seu ritmo. Quero apenas ter boas oportunidade na bateria. O surf está no pé. Se as ondas vierem para mim, vou mostrar o meu surf e é isso que mais quero”, comentou Filipinho sobre seus adversários. 

Residente de Maresias, Gabriel Medina inicia sua caminhada em Bells Beach contra os australianos Ryan Callinan e Harry Mann. O brasileiro procura melhorar seu desempenho, após parar nas quartas de final da Etapa de Gold Coast. 

Após voltar com tudo e alcançar a terceira colocação na etapa de abertura, John John Florence, que ficou longo período lesionado na última temporada, tenta repetir boa atuação no evento número dois do ano. Para isso o atleta terá que passar em sua bateria de estreia por dois brasileiros: William Cardoso e Jessé Mendes. 

Ainda com ondas abaixo do fluxo esperado, a estreia da Etapa de Bells Beach já foi adiada neste primeiro dia. Uma nova chamada ocorre nesta quarta-feira às 17h45.

Confira as baterias da primeira rodada da Etapa de Bells Beach: 
1 Owen Wright (AUS), Jeremy Flores (FRA) e Jadson André (BRA) 
2 Jordy Smith (AFR), Adrian Buchan (AUS) e Jack Freestone (AUS) 
3 Filipe Toledo (BRA), Griffin Colapinto (EUA) e Kelly Slater (EUA) 
4 Italo Ferreira (BRA), Ezekiel Lau (HAV) e Caio Ibelli (BRA) 
5 Julian Wilson (AUS), Joan Duru (FRA) e Jacob Wilcox (AUS) 
6 Gabriel Medina (BRA), Ryan Callinan (AUS) e Harry Mann (AUS) 
7 Conner Coffin (EUA), Michael Rodrigues (BRA) e Leo Fioravanti (ITA) 
8 Kolohe Andino (EUA), Seth Moniz (HAV) e Soli Bailey (AUS) 
9 Wade Carmichael (AUS), Yago Dora (BRA) e Ricardo Christie (NZL) 
10 Michel Bourez (PLF), Sebastian Zietz (HAV) e Deivid Silva (BRA) 
11 John John Florence (HAV), Willian Cardoso (BRA) e Jessé Mendes (BRA) 
12 Kanoa Igarashi (JAP), Mikey Wright (AUS) e Peterson Crisanto (BRA) 

Você também pode gostar: