Solskjaer coloca o Manchester United entre os melhores da Europa e efetivação vira obrigação

solskjaer

Futebol pobre, à base de chutões e chuveirinhos; craque Pogba em atrito com o treinador e jogando um futebol abaixo de suas condições; grandalhão limitado do Fellaini como uma das principais peças da equipe, que estava longe do G-4 da Premier League; torcida desanimada e sem esperança. Quem poderia imaginar que uma simples troca de treinador mudaria o Manchester United do avesso?

A entrada interina de Ole Gunnar Solskjaer no lugar de José Mourinho nos Red Devils deu uma nova perspectiva ao clube na temporada. O futebol pobre foi transformado em um bem jogado, com muita ofensividade e liberdade para o craque do time, Pogba, que voltou a um nível altíssimo, como principal peça do elenco. Fellaini já não faz mais parte do grupo, vendido para a China. O G-4 que estava distante, hoje é ocupado na quarta colocação pela equipe de Manchester. A torcida está eufórica.

Não é por menos. A classificação histórica nas oitavas de final da UEFA Champions League elevou ainda mais a confiança do clube. Foi um banho de água fria, a derrota para o PSG, por 2 a 0, em Old Trafford – foi a primeira (e única até o momento) de Solskjaer em sua passagem. Um resultado em que jamais nenhuma equipe, estatisticamente, conseguiu reverter fora de casa, na volta, no mata mata da competição europeia.

Mas o milagre aconteceu. E de uma forma ainda mais difícil: mais da metade do time titular, inclusive Pogba, estava fora do jogo por causa de suspensões e lesões. Com a equipe remendada e com o banco cheio de jovens jogadores da base, o técnico norueguês foi ao Parque dos Príncipes com esperança e reverteu o resultado da ida: 1 a 3, com Lukaku e Rashford sendo os heróis. O belga por sinal, que vivia uma má fase, é atualmente o jogador mais letal dos Red Devils: nas últimas três partidas foram seis gols!

solskjaer
Solskjaer comemora o gol nos acréscimos, que deu o título da UCL 98/99 ao Manchester United (Foto: Reprodução)

Sendo assim, Solskjaer chegou a 14 vitórias, 2 empates e 1 derrota em sua curta passagem em Manchester até o momento. A única derrota foi revertida na Champions League, classificando o time às quartas da Champions League. O embalo das vitórias colocou o Manchester United no G-4 da Premier League e nas quartas de final da Copa da Inglaterra – eliminou o Chelsea em pleno Stamford Bridge!!

Todo esse feito faz a imprensa e a torcida da equipe de Manchester clamar pela efetivação do norueguês no comando técnico, que chegou como interino ao clube – ele se mantém como treinador do Molde da Noruega, que atualmente não joga devido à paralização do campeonato local devido ao rigoroso inverno.

O “Assassino com cara de bebê” foi um dos grandes ídolos da torcida dos Red Devils como jogador. Passou mais de dez anos no clube inglês na carreira, marcando centenas de gols decisivos e conquistando diversos títulos. Seu maior feito aconteceu em 1999, quando marcou o gol do título nos acréscimos na final da Champions League contra o Bayern Munique, fato inesquecível para a torcida do United.

Por ser uma pessoa da casa, aprendiz de Sir Alex Ferguson e ter grandes resultados até o momento, a efetivação de Solskjaer virou obrigação no Manchester United. A temporada ainda não acabou e o clube pode fazer história neste ano. O caminho é difícil e os troféus podem não surgir, mas uma coisa a diretoria não pode tirar: a esperança da torcida de ver o seu herói norueguês como um símbolo de um futuro promissor em Manchester.

Você também pode gostar: